UFRJ

O Norte Online

Atualizado em 18 de agosto | 5:05 PM

HELOÍSA BUARQUE DE HOLLANDA
“Lula pegou um abacaxizão”

Escritora diz que está fazendo “a maior força” para não se decepcionar com o presidente

ANA CAROLINA ABIAHY
Repórter

Ela aprendeu a levar com bom humor a resistência que muitos insistem em ter contra o termo feminista e continua a defender a pertinência dos estudos que analisam a perspectiva da mulher na produção literária. Foi justamente para discutir o posicionamento do feminismo na era em que vivemos que a escritora e pesquisadora da UFRJ, Heloísa Buarque de Hollanda veio este ano a João Pessoa para abrir o I Seminário Internacional sobre Mulher e Literatura, organizado por um grupo de professoras do Departamento de Letras da UFPB.

Heloísa podia escolher entre os vários temas sobre os quais já escreveu, a exemplo da produção cultural durante e após o período da repressão militar ou sobre o resgate de memória à frente de instituições como o Museu da Imagem e do Som, mas percebe que ainda há muito a se aprender a partir da experiência feminina na arte e na vida. Nesta conversa, ela aponta a necessidade de uma revolução particular entre os casais e minimiza a importância que as siliconadas podem ter como modelo futuro.

Continue lendo »