Golfinho de Ouro e Estácio de Sá

Atualizado em 9 de fevereiro | 8:53 PM

Heloisa Buarque de Hollanda é uma das indicadas para o prêmio Golfinho de Ouro e Estácio de Sá, na categoria Comunicação. Os vencedores serão escolhidos pelo conselho na tarde do dia 10.

Leia mais aqui!

Continue lendo »

Máquina de escrever

Atualizado em 27 de dezembro | 3:58 PM

Aventureira do intelecto

Postado por Luciano Trigo em 19 de dezembro de 2009 às 10:24

Heloisa Buarque
capa

Heloisa Buarque de Hollanda lança livro de memórias e diz que a Internet pode ser o novo espaço da contracultura

Da contracultura dos anos 60 à cultura digital do novo milênio, da poesia marginal aos poetas da periferia, Heloisa Buarque de Hollanda sempre esteve na vanguarda do pensamento sobre a literatura, a comunicação e a cultura no Brasil. Aos 70 anos – 45 de magistério – ela está lançando sua autobiografia intelectual, Escolhas (Língua Geral, 174 pgs. R$35). Embora a trajetória de Heloisa seguramente rendesse um livro bem mais volumoso, trata-se de uma leitura mais do que necessária, sobretudo num momento de mudanças radicais promovidas pela globalização e pela convergência tecnológica. Professora avessa a se fechar nos muros da academia (pecado de tantos colegas) e empreendedora criativa, à frente da editora Aeroplano e de projetos ousados como o Portal Literal e o Enter – Antologia Digital, Heloisa também foi ajudou a introduzir o debate sobre as questões de gênero no Brasil. Nesta entrevista, ela fala sobre o impacto da Internet e das redes sociais, compara a juventude dos anos 60 à de hoje e diz que suas melhores escolhas na vida foram as afetivas.

Continue lendo »

As marcas de uma vida forjada no calor da hora

Atualizado em 14 de dezembro | 3:47 PM

Publicado originalmente em O Estado de S. Paulo, em 13.12.09, por Francisco Quinteiro Pires.

[Clique aqui para ler a matéria original em pdf]

 

Heloisa Buarque de Hollanda lança, aos 70 anos, sua autobiografia intelectual

Os amantes do risco não creem no meio termo: sua entrega ao desconhecido e às mudanças tem de ser absoluta. Pagam um preço. Mas experimentam um prazer com essa atitude, como prova Escolhas, Uma Autobiografia Intelectual (Língua Geral e Carpe Diem, 174 págs., R$ 35), em que a carioca Heloisa Buarque de Hollanda – 70 anos, 45 dos quais dedicados ao ensino da literatura – registra sua trajetória nada conservadora como crítica e pesquisadora cultural. Apesar das “bobagens ditas” – um dos efeitos colaterais de ser “contemporânea na contemporaneidade”, para usar a expressão do escritor Luiz Ruffato sobre ela -, Heloisa não demonstra arrependimento nesse livro, idealizado a partir de textos separados por 16 anos.

Escolhas reproduz, na primeira parte, o memorial apresentado em 1993 à Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro, condição para exercer o cargo de professora titular da instituição. A segunda traz o relato elaborado a partir de conversas mantidas neste ano com o poeta Ramon Mello, autor de Vinis Mofados.

Continue lendo »

Fliporto 2009

Atualizado em 25 de novembro | 10:43 AM

Leia a matéria: No ano em que a Fliporto fica ainda mais digital,
Heloísa Buarque de Holanda revela como será o futuro do livro

Fliporto_2009

Continue lendo »

Jornal da UFRJ

Atualizado em 28 de outubro | 6:47 PM