Trabalhos acadêmicos que fazem a diferença na periferia

Atualizado em 1 de agosto | 9:53 AM

Cultura, literatura, tecnologias digitais e produção das periferias se encontram nos trabalhos da professora, jornalista, ensaísta e pesquisadora Heloísa Buarque de Hollanda. Paulista de Ribeirão Preto, Heloísa graduou-se em Letras na Pontifícia Universidade Católica (PUC/RJ) e fez mestrado e doutorado em Teoria da Literatura na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Na Columbia University, em Nova York, fez pós-doutorado na mesma área.

É professora emérita da UFRJ, onde coordena o Projeto Avançado de Cultura Contemporânea. No Jornalismo, atuou em diversos meios de comunicação, apresentando programas na TV e rádio e colaborando com veículos impressos e virtuais.Também exerceu funções de cunho executivo, sendo responsável pela direção do Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro (MIS/RJ), entre 1983 e 1984.

Atualmente, Heloísa é diretora da Aeroplano Editora, voltada para projetos editoriais alternativos e curadora de um portal sobre cultura contemporânea. Autora de importantes publicações para a cultura brasileira e idealizadora de projetos que integram periferia e universo acadêmico, a pesquisadora conversou com o Ecaderno e contou sua trajetória profissional e as dificuldades e resultados de seus trabalhos.

Você ingressou na faculdade com apenas 17 anos. Houve incertezas na hora de escolher qual carreira seguir?

Hoje eu sinto que não escolhi na realidade.

Continue lendo »

NEWSGAMING: POLÍTICA E VIDEOGAMES

Atualizado em 10 de novembro | 11:04 PM

NO OI CABEÇA, IAN BOGOST ANALISA O NEWSGAMING, QUE UNE POLÍTICA E VIDEOGAMES.

Professor do Georgia Tech participa de evento em debate com Arthur Protasio, da FGV. O encontro será dia 16 de novembro no Oi Futuro do Flamengo.

O professor Ian Bogost, do Georgia Institute of Technology, é um dos pioneiros nos newsgames, um modelo de jogo digital que se vale de acontecimentos reais para produzir e difundir conceitos sócio-políticos na rede. No dia 16 de novembro, às 19h30, ele participa de mais uma edição do Oi Cabeça e debate o assunto com o professor Arthur Protasio, do Centro de Tecnologia da Fundação Getúlio Vargas. O tema do encontro será “Personagens, Estratégias Narrativas e Engajamento nos Games”.

O projeto Oi Cabeça, idealizado pela Aeroplano Projetos, tem curadoria das professoras Heloisa Buarque de Hollanda e Cristiane Costa, e tem levado todo mês ao Oi Futuro do Flamengo estudiosos da cibercultura para discutir os rumos da literatura frente ao crescimento das mídias digitais. A entrada é franca, mediante a retirada de senha.

O termo newsgaming foi criado em 2003, pelo uruguaio Gonzalo Frasca, designer, fundador da empresa Powerful Robot e autor do jogo “September 12th”, uma referência entre os pesquisadores dessa nova forma de expressão nos meios digitais.

Continue lendo »

“Cultura da Periferia” alcança a TV

Atualizado em 26 de outubro | 12:20 AM

As vozes da periferia ganham força na televisão.

Assista à um trecho do programa “Cultura na Periferia”.

Continue lendo »

Conexões entre periferia e web

Atualizado em 24 de outubro | 10:27 PM

Em entrevista ao jornal Destak, em 24/08/2011, Heloisa  fala sobre o poder da palavra na cibercultura, tema discutido com os seus convidados, Pierre Levy e Gilberto Gil, no Oi Cabeça.

“Os assuntos do momento são internet e periferia para Heloisa Buarque deHollanda.A partir desses objetos de estudo, a professora de 73 anos, sempre interessadaem estudar microtendênciasatuais, já criou dois projetos: o Universidade das Quebradas e o Polo Digital.

O último é um grupo que estuda novos conceitos sobre cultura digital, e oprimeiro pretende estabelecer trocas de conhecimento entre universidade e periferia.“Com o conhecimento só da periferia ou só da classe média, não vamos sair do lugar. A ideia é ensinar à periferia e aprender com ela. É produzir nova cultura através dela”, explica.

Heloisa ainda está à frente do Oi Cabeça, série de encontros gratuitos com intelectuais do Brasil e do mundo. Amanhã, às 19h30, Pierre Levy e Gilberto Gil discutem o poder da palavra na cibercultura, no Oi Futuro do Flamengo.”

Clique na imagem abaixo para ler a entrevista completa.

Continue lendo »

Oi Cabeça – 20 de julho

Atualizado em 13 de julho | 3:15 PM

Com o objetivo de debater os rumos da literatura frente ao crescimento das mídias digitais, o Oi Cabeça, projeto da Aeroplano Editora com o patrocínio da Oi e Secretaria de Cultura do Rio, promove no dia 20 de julho, no Oi Futuro do Flamengo, as 19h30 mais um debate sobre o tema.

Desta vez, o convidado especial é o alemão Daniel Gelder, vice-presidente da Metaio, a principal empresa do mundo especializada em Realidade Aumentada (RA). Considerada a interface do futuro, a RA é uma tecnologia relativamente simples que integra objetos virtuais ao ambiente físico.

Com curadoria de Heloisa Buarque de Hollanda e Cristiane Costa, o Oi Cabeça acontece até dezembro, reunindo todo o mês, pensadores e estudiosos da cibercultura. Gelder conversará com o filósofo especializado em cibercultura Rogério da Costa sobre as mudanças de concepção quando o muro que separa virtual e real desmorona, tornando-se apenas uma questão de gradação, como se aumenta ou diminui o volume de uma música.

 

Oi Cabeça- 20 de julho (Press Release)

 

 

Continue lendo »