Exposição Vento Forte

Atualizado em 15 de setembro | 7:33 PM

image

 

Apresentação

Vento Forte para Papagaio Subir, texto de Zé Celso Martinez Correa  e direção de Amir Haddad , foi a primeira montagem do grupo Oficina. Isso foi no dia 28 de outubro de 1958, há 50 anos.

Eu sentia e sabia que não poderia deixar de fazer alguma coisa sobre o Oficina nesse momento. Pensei numa exposição que registrasse o impacto da obra de José Celso que, durante esses 50 anos, vem criando e recriando a cultura brasileira.

Daí surge a primeira ansiedade: que exposição pode ser essa, para mim, tão importante quanto ameaçadora? Como falar de Zé Celso, do Oficina?  Como representar, com um mínimo de eficácia, esses ventos fortes que sopram em moto continuo durante meio século?

Havia coisa demais a ser dita. Montagens que revolucionaram o universo cultural do país.  Caminhos agitados que falam de  grandes montagens, sucessos, polêmicas,invasões, incêndios,  prisões, lutas violentas por território. O grupo Oficina que já foi Cia de Teatro Oficina, Oficina Samba, 5º Tempo , Teatro Oficina Uzyna-Uzona. Foram várias etapas, várias histórias. Nunca, passando em branco. Brigando sempre pela experimentação radical que desestrutura, transforma, que se  mistura com a rua, com a multidão.  Laboratório de mergulho nas origens,  que impõe o desejo como instrumento de criação, o corpo e a dança como  funcionalidades primeiras.

Continue lendo »